Rubelose

 

A Rubelose, também conhecida como Mal Rosado, tem como agente causal o fungo Corticium salmonicolor. Todas as variedades cítricas são afetadas pela doença. Ela apresenta maior severidade em árvores adultas, vigorosas, e também em pomares adensados. A rubelose é considerada uma doença de galhos e ramos, no entanto, em ataques severos pode causar a morte de toda a copa da planta.

 

Sintomas

 

Lesões que geralmente aparecem nas axilas dos ramos, onde o teor de umidade é maior, provocando a morte da casca dos ramos, produzindo fendilhamentos e descamações. O desenvolvimento das lesões pode provocar o anelamento dos ramos e sua consequente seca. No início da infecção as lesões exsudam goma. Frutos de ramos afetados não completam a maturação e caem prematuramente.

 

Controle

 

O citricultor deve fazer a poda de inverno, de ramos afetados, improdutivos e mal posicionados, visando reduzir a fonte de inóculo e melhorar as condições de aeração na parte interna da copa. Deve-se proteger a região em que foi efetuada a poda com tinta plástica ou pasta com produtos à base de cobre (1 Kg de fungicida à base de cobre em 5 litros de água). Deve-se também efetuar pulverizações preventivas com fungicidas cúpricos.